A experiente Millioneyes

Em 2020 brindamos a oito anos de “linguagem ótica” em nome próprio. Na realidade, quando nos lançámos ao mercado com a nossa expressão do setor eyewear já “falávamos ótica” há muito mais tempo. Sentimos que o setor merecia uma nova comunicação e nós queríamos expressar a admiração que sentimos por cada pessoa que compõe este tecido empresarial vivo, dinâmico e especial. Em 2020 subimos um novo patamar de evolução. Queremos ser mais portugueses, queremos ser independentes e queremos ser mais nós. Bem vinda, Millioneyes!

No período que antecedeu a primeira edição da revista, embrenhámo-nos pelas ligações que já tínhamos construído nos anos que nos deram experiência na ótica. A publicação espanhola LookVision era uma delas e sob bandeira desta marca iniciámos o nosso percurso. Usámos uma marca com expressão no país vizinho e fizemos crescer a respetiva influência em toda a Península Ibérica. Trocámos ideias com os nossos companheiros espanhóis, cujo o mercado difere do português de forma abismal. Deixámos impressa, em Espanha e no resto da Europa, a imagem de um mercado que gosta de qualidade e que se desenvolve e dinamiza de forma única. Sim, na ótica, Portugal faz tudo com primor!

Constatámos isso em cada viagem, em cada conversa com jornalistas de todo o mundo e nos olhares que conquistámos em cada página da revista. Ou seja, tornámo-nos maiores que a marca que representávamos. Só fazia sentido sermos 100 por cento portugueses. O projeto já antigo entra em ação no momento perfeito. O mundo foi desafiado pela nova doença covid-19 e nós respondemos à portuguesa. A mensagem que prevaleceu de tudo isto é que quanto mais lusos formos, mais sucesso propagamos. Apresentamos a nova, mas experiente, portuguesa, feita de todas as conversas, entrevistas, viagens, feiras, óculos que vivemos e por nós, Millioneyes.

No Comments Yet

Comments are closed